Tomar a decisão entre morar em casa ou apartamento muitas vezes é um grande desafio. Principalmente para quem já tem filhos, nem sempre é fácil saber a opção que deve ser escolhida.

A maneira mais correta de enfrentar esse desafio é analisar diversos aspectos e as diferentes necessidades de cada membro da casa, bem como refletir o que é melhor para a família como um todo.

Sei que essa não é das tarefas mais fáceis, portanto, preparei aqui alguns tópicos que comparam fatores de morar em casa ou apartamento, trazendo vantagens e desvantagens de ambos. Confira!

Segurança

Não tem como negar, a segurança é um dos fatores mais considerados quando se escolhe um imóvel, pois todos querem o bem-estar da sua família, não é mesmo? Nesse sentido, um apartamento tem essa questão como uma vantagem; já a casa, nem sempre.

Claro que não é possível garantir 100% de segurança. Porém, um apartamento geralmente conta com portaria 24h, contratação de serviços especializados e câmeras de segurança, que aumentam a proteção. Já uma casa, a princípio, conta com recursos mais limitados, e a instalação e manutenção dos mesmos itens encontrados em condomínios costuma sair mais caro.

Praticidade

A praticidade também é uma das vantagens do apartamento quando comparado com a casa. De forma geral, um apartamento tem todo um sistema de condomínio que sustenta os inúmeros cuidados de manutenção, dentre eles a limpeza da área comum e a própria segurança.

Além disso, caso ocorra qualquer problema com o apartamento, é possível contar com o suporte do condomínio e seus funcionários para encontrar pelo menos uma solução emergencial. Quando se mora em casa, fica difícil encontrar esses serviços de forma instantânea.

Custos

Quando se trata dos custos para morar, a casa pode ter uma boa vantagem, visto que não há a necessidade de pagar algumas taxas, como a condominial, que são muito comuns para quem vive em apartamentos.

Nesse sentido, a grande desvantagem do apartamento é que o valor pago mensalmente pode aumentar muito em um curto espaço de tempo, dada a possibilidade de o condomínio ter despesas extras emergenciais, bem como a aprovação de reformas e melhorias na sua estrutura.

Porém, há também o cenário em que os custos de uma casa podem ser altos, como no caso de o imóvel ser mais antigo e precisar de manutenções frequentes. Nesse cenário, os apartamentos saem em vantagem, pois esse tipo de despesa estrutural, quando relacionada ao prédio, é dividida entre todos os moradores do condomínio.

Tranquilidade

Quando o assunto é tranquilidade, a casa tem uma grande vantagem, pois há uma sensação de privacidade muito maior do que um apartamento, visto que não há vizinhos muito próximos.

Sem contar que é possível aproveitar todo o espaço da área externa da casa, como um quintal, além de poder ligar o som em um volume mais alto, dentre outras coisas. No apartamento isso não é tão possível, já que geralmente existem regras mais rígidas que devem ser respeitadas.

Independentemente da sua escolha, casa ou apartamento, você viu que há vantagens e desvantagens em cada tipo de imóvel. Então, a partir de nossas dicas, verifique realmente qual deles faz mais sentido para a realidade da sua família.

Sei que, para escolher o imóvel, você precisa analisar muito mais questões além das apresentadas neste post. Aproveite a sua visita no blog e confira outras dicas! Leia nosso artigo: “Imóvel para a família: 3 fatores que você deve levar em conta“.