Na hora de realizar uma transação imobiliária é fundamental tomar alguns cuidados para que tudo ocorra com segurança e tranquilidade, evitando problemas para as partes.

Ao se deparar com um bom negócio, é comum querer fechar por impulso, sem analisar todos os detalhes e fatores que envolvem essa transação e que podem trazer mais custos no futuro.

Neste texto vamos mostrar 4 dicas para fazer a transação com segurança, tomando os cuidados necessários para ficar mais tranquilo. Confira!

1. Analise a localização do imóvel

O primeiro passo para realizar a transação imobiliária com segurança é analisar a localização do imóvel. Aqui é importante não comprar por impulso: se a casa ou apartamento estão muito baratos, é preciso verificar com cuidado por que há esse desconto.

Imóveis em bairros muito afastados, pouco urbanizados ou em loteamentos irregulares costumam ter um preço reduzido para compra, mas pode dar muita dor de cabeça no futuro, muitas vezes até impedindo a habitação.

Por isso, para ter segurança nessa hora é fundamental avaliar a localização e relacioná-la com o preço do imóvel, para não fazer um mau negócio e se arrepender no futuro.

2. Verifique todos os custos extras

Um ponto fundamental para comprar um imóvel com segurança é avaliar todos os custos extras. Lembre-se: na hora da compra, você não pagará somente o valor cobrado pelo vendedor.

Também há os impostos relacionados à transferência, taxas de cartório e da prefeitura, pagamento de seguros etc. Por isso verifique com antecedência todos esses custos.

Powered by Rock Convert

Isso deve entrar no seu planejamento como custo total do imóvel, para que você consiga avaliar todas as opções com mais segurança e saiba exatamente quanto gastará com a transação, conseguindo adequar o orçamento.

3. Considere a necessidade de reformas

Outro fator muito importante a ser avaliado para fazer uma transação com segurança é a necessidade de reformas no imóvel. É comum que o bem não tenha todas as características que você deseja, mas com algumas mudanças ele ficará perfeito.

Existem também aquelas reformas que servem para consertar algum defeito estrutural ou deterioração que ocorreu com o tempo e que o vendedor não se compromete a fazer. Como elas são essenciais, esse é um custo que você deve considerar.

É importante negociar isso com antecedência com o vendedor para que você tenha certeza do que é sua responsabilidade e o que ficará a cargo dele, e lembre-se: tudo isso deve estar registrado no contrato de compra e venda entre as partes.

4. Conte com uma empresa especializada

Por fim, para fazer uma transação imobiliária com segurança é essencial contar com uma empresa especializada, com corretores experientes e com conhecimento do mercado imobiliário da região.

A imobiliária poderá analisar o contrato, avaliar o imóvel, negociar com o vendedor e informar ao comprador todos os procedimentos necessários para a transação, como pagamento de taxas, transferências em cartórios e quitação de tributos.

Seguindo essas dicas você conseguirá fazer uma transação imobiliária com segurança, mantendo o seu planejamento e orçamento, sem sustos no futuro ou gastos desnecessários durante a negociação. Não esqueça de contar com uma empresa que conhece a região e pode oferecer suporte jurídico para o negócio.

Gostou das minhas dicas para fazer uma transação com segurança e tranquilidade? Se você está pensando em comprar ou alugar um imóvel, não deixe de entrar em contato para que eu possa ajudá-lo!