A aquisição de um imóvel é sempre uma grande conquista na vida das pessoas, ou acaba sendo uma excelente forma de investimento. Existem duas alternativas mais utilizadas para conseguir realizar essa compra: o financiamento ou consórcio, e ambas movimentam bastante o mercado imobiliário.

Está em busca de adquirir um imóvel, mas não sabe muito bem como funcionam essas duas modalidades? Então, continue por aqui e veja um pouco mais sobre financiamento e consórcio. Ao final deste conteúdo, será possível decidir sobre qual a melhor opção. Vamos lá?

Afinal, quais as diferenças entre financiamento e consórcio?

Consórcio imobiliário

Um consórcio imobiliário é uma alternativa de compra de imóveis que se baseia em pessoas que se reúnem e se autofinanciam para conseguir o dinheiro necessário para o pagamento do imóvel.

No consórcio, as pessoas pagam mensalmente um valor pré-determinado e aplicado em uma poupança. Essa poupança é administrada por uma empresa especializada, que vai monitorar todo o consórcio e realizar as assembleias.

Com esse dinheiro, cada pessoa garante um crédito imobiliário necessário para a compra do imóvel. A cada mês um participante do consórcio é contemplado com o dinheiro, e essa escolha é feita nas assembleias por meio de um sorteio.

Os participantes ainda podem dar lances para conseguirem as outras cartas de crédito que ficam disponíveis para quem fizer a melhor oferta. É essencial que a empresa escolhida para realizar o consórcio seja idônea e de confiança, bem como autorizada pelo Banco Central para esse tipo de serviço.

Financiamento imobiliário

Agora, um financiamento imobiliário se trata de um pagamento parcelado do imóvel, em que o comprador solicita o crédito imobiliário em uma instituição financeira. Esta, após disponibilizar o valor, define, juntamente com o contratante, a melhor forma de quitação da dívida.

O comprador deve procurar um banco e solicitar a carta de crédito, depois é necessário entregar uma série de documentos para a identificação do contratante do financiamento e comprovação de renda para saber se a pessoa terá como pagar a dívida.

Powered by Rock Convert

Após a entrega dos documentos, o financiamento é aprovado por parte do banco, que faz uma avaliação do imóvel a fim de confirmar o valor solicitado. Com isso, a instituição financeira solicita um valor de entrada, que é cerca de 30% do valor total do bem.

Para um financiamento imobiliário, a Caixa Econômica Federal é um dos bancos mais procurados, visto que oferecem taxas de juros mais baixas, bem como excelentes formas de pagamento, nas quais os clientes podem financiar o imóvel por muito mais tempo. A Caixa ainda trabalha de acordo com o programa Minha Casa Minha Vida, que traz diversos benefícios para os clientes.

Qual a melhor escolha?

Agora que você sabe como funciona cada uma das modalidades, é necessário conhecer as vantagens delas, de modo a definir a melhor opção. Nesse contexto, ressaltamos que o financiamento se mostra como a alternativa que traz bem mais benefícios aos clientes.

O financiamento é bem mais ágil que um consórcio, visto que o crédito é oferecido assim que se entregam os documentos. Assim, o cliente não precisa ficar esperando para ser contemplado nas assembleias, que pode levar meses ou anos, como acontece em consórcios. Ou seja, você consegue realizar a compra com muito mais rapidez.

As taxas de juros também são outra vantagem, pois elas acabam sendo bem mais baixas do que as oferecidas em um consórcio. Muitas vezes, o valor pago mensalmente em um consórcio já vem acrescido de juros e outras taxas administrativas para a empresa, uma vez que ela que vai realizar a gestão do serviço, e com o financiamento, são apenas juros em cima do valor do imóvel.

Por fim, com relação ao valor de entrada, embora possa chegar a cerca de 30% do valor do imóvel, essa porcentagem depende muito do serviço oferecido pelo banco. Muitas instituições permitem o financiamento de 100% do imóvel, se for comprovado que o comprador vem de uma família de baixa renda.

Agora que você já sabe como funciona cada um dos serviços e quais as principais vantagens, não vai ficar difícil escolher, não é mesmo?

Gostou de conhecer um pouco mais sobre financiamento ou consórcio imobiliário? Ficou interessado em ver mais conteúdos como este? Então continue aqui e veja quais regras e termos devem conter um contrato de compra de imóvel.

Powered by Rock Convert