Quem pensa em se mudar e vender a casa onde mora precisa se preparar para enfrentar certa burocracia envolvida no processo de se desfazer de um bem e comprar outro. Nessa situação, uma dúvida que muita gente tem é se existe a possibilidade de utilizar imóvel usado como entrada de um novo.

Sim, é possível fazer essa negociação como forma de abater o valor de pagamento, facilitar a quitação da dívida e aumentar as chances do investimento. Mas é preciso considerar alguns detalhes e conhecer os critérios para esse negócio. Até porque a ideia é que o imóvel antigo simplifique sua vida, e não que gere mais incômodos a você.

Quer saber mais sobre o assunto e se preparar para um novo investimento imobiliário? Continue a leitura e descubra!

Quais os meios de comprar um imóvel novo?

Antes de focar na questão do imóvel oferecido como entrada para um novo, eu vou explicar quais são as possíveis formas de aquisição da propriedade. Veja abaixo.

Financiamento de imóveis

Financiamento de imóvel é um tipo de empréstimo em que uma instituição financeira assume a dívida do comprador e se torna seu credor. Nessa aquisição, devem ser pagos juros embutidos em prestações que podem durar anos. A modalidade está sujeita à análise de crédito e exige, em geral, um valor de entrada, que pode ser subsidiado pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) do contribuinte comprador.

Consórcio de imóveis

Nessa modalidade de compra, não existem juros embutidos. O comprador paga uma parcela fixa e concorre mensalmente aos sorteios e leilões. É uma compra fácil de ser feita e indicada para quem não tem pressa em utilizar o imóvel, já que o sorteio pode demorar anos até contemplar o interessado.

Pagamento à vista

Trata-se da alternativa mais vantajosa de compra de imóvel. Como o pagamento é feito em uma única vez, é fácil conseguir descontos no preço e ainda evita que o comprador precise arcar com taxas de juros. O problema é que nem todos podem fazer esse tipo de negociação, que exige altos valores em dinheiro e grande reserva financeira.

Powered by Rock Convert

Como utilizar um imóvel usado como entrada?

Se você já tem um imóvel em seu nome e deseja investir em outro, usá-lo como entrada pode ser bastante vantajoso. Na prática, o valor de venda é utilizado como parte do pagamento e o restante é financiado.

O melhor de tudo é que as construtoras, incorporadoras e outras empresas do ramo também estão aceitando essa modalidade de compra, o que torna a conquista de um imóvel novo bem mais acessível.

No entanto, é necessário ficar de olho em alguns critérios que cada empresa exige, os quais podem envolver idade do imóvel, estado de conservação, entre outras características da propriedade usada.

Além do mais, analise o valor do imóvel novo e veja se vale a pena se desfazer da sua propriedade para arcar com a dívida. Planejar o orçamento nesse processo é essencial para que você não coloque tudo a perder.

Quais as vantagens de usar imóvel como entrada?

Existem diversas vantagens de oferecer seu imóvel usado como entrada de um novo. Confira abaixo as principais:

  1. Menos burocracia: você aniquila a documentação de compra e venda em menos tempo;
  2. Mais economia: não precisa gastar com aluguel enquanto não pega as chaves do novo imóvel;
  3. Maior segurança: há mais tranquilidade na negociação e sem risco de você não receber o valor da venda;
  4. Menos tempo de financiamento: com o valor do imóvel sendo oferecido como entrada, você passa menos tempo pagando as parcelas do financiamento.

Existem diversas vantagens de utilizar seu imóvel para facilitar a compra de um novo. O ideal, como em toda negociação, é analisar os critérios e condições da transação financeira e organizar seu orçamento para que tudo saia como planejado.

Agora que você sabe que pode dar um imóvel usado como entrada de um novo, aproveite e leia nosso artigo sobre o que é INCC e qual a sua influência na compra de imóveis!

Powered by Rock Convert