A declaração do Imposto de Renda sempre pareceu um tanto nebulosa para mim, mas não é complicada como parece. A dica é saber como preenchê-la. Depois que aprendi, tudo ficou muito mais fácil, inclusive para declarar o Imposto de Renda de compra e venda de imóvel.

Sim, é preciso contar na declaração qualquer negociação de compra e venda que você tenha feito em 2018. Isso vai evitar problemas com a Receita Federal e o pagamento de multas, por isso, fique atento também ao prazo.

Quer saber como fazer isso de forma fácil e sem dores de cabeça? Confira o post que preparei para você.

Que dados você precisa informar?

A novidade de 2019 é que, agora, a Receita Federal passou a exigir alguns dados a mais do que nos outros anos. Para declarar o imóvel é necessário que você, contribuinte, preencha a declaração com as seguintes informações:

  1. Endereço do imóvel.
  2. Número de matrícula no Registro de Imóveis.
  3. IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano).
  4. Data de compra (opcional).

Essas são informações que garantem a veracidade da transação.

Como fazer a declaração para compra de imóvel à vista?

Se você adquiriu um imóvel à vista, deve colocar essa informação na sua declaração de Imposto de Renda. Para isso, abra o quadro “Bens e direitos” e adicione um item, que deverá conter todas as informações da propriedade.

Por ser compra à vista, deixe a coluna de 2017 em branco e preencha a de 2018 com o valor que você pagou pelo bem.

Como declarar um imóvel financiado?

Essa etapa é um pouquinho diferente, mas vou explicar para você. Também na aba “Bens e direitos”, inclua o imóvel comprado em 2018. Coloque o total pago durante o ano; considere a entrada e todas as parcelas pagas.

Se você usou os valores do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), inclua-os também. No ano que vem, basta adicionar à próxima coluna tudo o que você pagar.

Powered by Rock Convert

Eu não disse que era mais fácil do que parecia?

Devo declarar um imóvel comprado em parceria?

Sim! Se você comprou um imóvel com seu cônjuge, algum familiar ou um amigo, informe na sua declaração de valores.

Para isso, repita os passos acima, mas coloque apenas o valor que você pagou. A outra parte compradora do imóvel deverá fazer o mesmo. Não vacilem, a varredura é bastante rígida.

A soma das duas declarações, nesse item, deve ser igual ao valor pago pela compra do imóvel no total.

Como eu declaro o lucro da venda de um imóvel?

Se você vendeu um imóvel, é preciso fazer o download do Programa de Apuração de Ganho de Capital. Esse software vai fazer o cálculo certinho do quanto você deverá pagar de imposto sobre essa venda.

Se você recebeu mais do que pagou pelo imóvel, portanto, existe imposto para ser recolhido. O índice é de 15% sobre o que você lucrou e, se tudo correu da melhor forma, foi pago no mês posterior à venda da propriedade.

Quem é isento do Imposto de Renda de compra e venda de imóvel?

Para 2019, a Receita Federal declarou que aquele que vendeu por R$ 440 mil ou menos pode estar isento. Além disso, esse deve ser o único imóvel do contribuinte, que não pode ter realizado nenhuma negociação semelhante nos últimos cinco anos.

Outra regra de isenção vale para aqueles que venderam imóveis adquiridos até o ano de 1969.

Caso você tenha adquirido uma propriedade para comprar outra em até 180 dias da data da venda, também fica livre dos tributos.

Eu não disse que a declaração de imposto de renda de compra e venda de imóvel não era um bicho de sete cabeças? Está mais tranquilo? Se tiver alguma dúvida, deixe seu comentário e eu ajudo você!