Mudanças residenciais têm a fama de serem um verdadeiro pesadelo. Aquele universo de caixas e sacolas chegam a desesperar mesmo as pessoas mais calmas. Além disso, os custos envolvidos podem gerar transtornos, principalmente se não forem previstos e pegarem os moradores de surpresa.

Para que sua mudança seja mais tranquila e você consiga montar sua nova casa com mais tranquilidade, preparei este post com todos os custos envolvidos nesse processo. Será que você conhece todos eles? Confira e prepare-se!

Mão de obra

Algumas empresas de mudanças residenciais não se limitam ao transporte da carga de uma casa para outra. Em geral, há colaboradores que colocam os pertences dentro de caixas e organizam tudo antes que suas coisas vão para o caminhão.

Esse é um gasto à parte que deve ser previsto para que você não se assuste com o orçamento. Se quiser economizar, planeje sua mudança com antecedência e embale tudo. Coloque objetos frágeis envoltos em papelão e plástico bolha, distribua livros em diversas caixas para que eles não pesem muito e deixe o que é mais urgente para a data mais próxima à mudança.

Transporte

Quando falamos de transporte, falamos literalmente do frete responsável por transportar suas coisas de um imóvel a outro. A menos que você tenha uma carreta, esse é um gasto bastante difícil de ser substituído e costuma ser o mais alto.

Procure por uma empresa de renome e que seja especializada. Fique atento para que suas coisas sejam levadas em um caminhão baú, para preservar seus objetos. O ideal é que esse transporte seja feito com bastante planejamento. Consulte a previsão meteorológica para garantir um carregamento mais tranquilo e sem transtornos.

Montadores

Os montadores de imóveis são as pessoas que desmontam e remontam suas peças no seu novo endereço. São responsáveis por guarda-roupas, armários, estantes, camas, berços e outros itens. Algumas empresas de mudança contam com pacotes que incluem este serviço. Ainda assim, ele precisa ser previsto para que você conte com este gasto a mais.

Planeje a desmontagem dos seus imóveis e esvazie-os antes da data prevista da mudança. Quanto menos tempo você precisar para esta etapa, antes você terá sua nova casa montada e como você queria.

Powered by Rock Convert

Caução do novo imóvel

Se você vai morar de aluguel, tem que pensar nos gastos com a garantia do novo imóvel. Uma das modalidades mais escolhidas é o caução. É quando o novo inquilino deposita uma quantia em dinheiro para evitar prejuízos ao proprietário e para cobrir possíveis danos ao longo do contrato.

Esse depósito também é necessário para garantir o pagamento ao proprietário em casos de inadimplência.

O gasto também pode vir por meio de seguro fiança, que obriga o morador a pagar, por alguns meses, um valor proporcional ao preço do aluguel.

Reformas do imóvel antigo

Se você vendeu sua casa e está preparando sua mudança para outro imóvel, não deixe de contabilizar os gastos com a reforma do imóvel antigo.

Alguns danos e reparos podem comprometer muito o valor do imóvel, ou seja, você terá que arcar com esses custos para que o novo proprietário não o prejudique.

Reformar o imóvel pode valer mais a pena. Assim, você garante o valor de mercado sem nenhuma dor de cabeça.

Itens elétricos e hidráulicos

Em quase toda mudança residencial é necessário comprar alguns itens que, embora pequenos, fazem uma falta danada. São materiais elétricos e hidráulicos essenciais para a instalação de lustres, luminárias, chuveiros, torneiras e máquinas de lavar roupa, por exemplo.

Estes gastos podem ser pequenos, mas devem ser contabilizados para que você não se desespere quando estiver instalado. Pregos e parafusos também podem ser necessários para que sua nova casa fique do jeitinho que você sonhou.

Agora que você já sabe todos os custos incluídos nas mudanças residenciais, compartilhe este artigo nas redes sociais. Você pode ajudar aquele amigo que está prestes a trocar de endereço!

Powered by Rock Convert