Quem pretende adquirir um imóvel por meio de financiamento precisa ter atenção a alguns aspectos do negócio. Além da taxa de juros e do prazo de financiamento, é importante compreender como acontecerá a amortização do financiamento, que é a forma como a dívida é efetivamente paga.

Pouca gente entende o que é a Tabela Price, uma das opções mais comuns de se amortizar financiamentos imobiliários no Brasil. E é sobre isso que vou falar neste post. A seguir, saiba o que é a tabela como ela influencia o comportamento do seu negócio.

O que é amortização do financiamento

Em primeiro lugar, é preciso compreender o que significa amortizar o financiamento, que funciona como um empréstimo. Por meio dele, o banco fornece o capital necessário para a aquisição do imóvel e o comprador devolve em prestações mensais.

Estas prestações são formadas pelos juros da operação, que remuneram o banco, por taxas de administração e pela amortização, que é o valor efetivamente pago pelo empréstimo.

O sistema de amortização é o que determina o comportamento das parcelas ao longo do período de pagamento. No Brasil, os sistemas de amortização mais comuns são a Tabela Price e o o Sistema de Amortização Constante (SAC).

O que é Tabela Price e como funciona

A Tabela Price é conhecida como o sistema francês de amortização. Sua principal características é o fato de que todas as parcelas do financiamento terão o mesmo valor até o final do contrato.

Assim, no início do financiamento, apenas uma pequena parte da parcela é destinada à amortização. A maior parte refere-se aos juros da operação. No decorrer do contrato, essa situação se inverte.

Powered by Rock Convert

A parcela fixa é a maior diferença da Tabela Price para o SAC, que tem como principal característica parcelas decrescentes no decorrer do contrato.

Nos contratos cuja amortização é feita por meio do SAC, as parcelas iniciais são superiores às que utilizam a Tabela Price, o que pode tornar o sistema francês mais atrativo.

No entanto, embora as prestações iniciais sejam mais baixas na Price, somando todas as prestações no final do contrato, o valor pago a título de juros será maior que no SAC.

Há, nesse caso, um ponto de atenção: embora a Tabela Price seja, originalmente, um sistema de amortização com parcelas fixas, no Brasil o seu ajuste costuma ser ser feito a partir da Taxa Referencial (TR) a título de correção monetária.

Como reduzir os juros pagos

A melhor forma de reduzir o valor pago aos bancos em forma de juros pelo financiamento imobiliário, independentemente do modelo de amortização adotada, é a antecipação dos pagamentos. À medida que o saldo devedor diminui, os juros devidos pela operação também são reduzidos

Agora que você entende melhor o que é Tabela Price, já pode avaliar com mais segurança a influencia que esse modelo de amortização terá no seu financiamento. Então não deixe de considerá-lo ao simular as condições do negócio!

Sobre a compra do seu apartamento, você sabia que é possível fazer um financiamento sem entrada? Leia o nosso artigo e saiba como!

Powered by Rock Convert