Já ouviu falar de ROI? O ROI é uma métrica de negócio utilizada por muitos mercados, principalmente quando envolve tecnologia. Por trás dele está um conceito importante de retorno do investimento, será que é possível aplicá-lo no mercado imobiliário?

Neste post vou mostrar que existe, sim, essa possibilidade. Não somente é possível, mas também como é preciso olhar para isso, principalmente quando o objetivo é comprar um imóvel como uma forma de investimento.

Continue acompanhando a leitura para saber mais sobre o assunto, além de entender como pode ser aplicado na sua realidade.

O que é o retorno de investimento (ROI)?

Entrando mais fundo no ROI, a sua sigla significa Return on Investment, em inglês. Trata-se de uma métrica que foi criada para entender qual é a taxa de retorno do investimento realizado. O seu objetivo é simples: entender qual foi o lucro (ou prejuízo) sobre uma ação realizada, sendo necessário um investimento financeiro.

Pode-se dizer que o ROI aponta qual é a relação entre o ganho ou prejuízo sobre valor que foi investido. Por exemplo, se um imóvel foi comprado por R$100 mil e foi vendido por R$150 mil, sem a necessidade de nenhum outro investimento, o ROI é de aproximadamente 0,5. Em porcentagem temos um lucro de 50%.

O ROI aplicado em imóveis

Assim como falei, o ROI é utilizado em diversos mercados, é uma métrica que se aplica a maioria dos contextos. Sendo assim, quando se fala em investimentos imobiliários, o retorno do investimento é capaz de ajudar o comprador em diversos aspectos, fazer projeções para o futuro é um deles.

Ou seja, é possível entender qual é o potencial de renda que aquele imóvel poderá gerar para quem está investindo, levando em conta o seu potencial de valorização e outros fatores que influenciam nessa dinâmica.

Qual é a importância de calcular o retorno de investimento?

Agora que você já sabe dessa possibilidade, quero pontuar alguns fatores que mostram a importância de calcular o retorno de investimento (ROI) no contexto do mercado imobiliário. O primeiro ponto é o fato de que o mercado imobiliário conta com diversas possibilidades de investimento.

São muitos imóveis à disposição no mercado. Tendo em vista isso, com o ROI é possível avaliar qual é o melhor momento para investir em um imóvel, além de quais opções são mais favoráveis.

Outro ponto importante é a questão do tempo de retorno após o investimento ser realizado. Independentemente se o imóvel for comprado para vender ou alugar, saber qual é o ROI desejado ajudará a entender o que precisará ser feito e quanto tempo será necessário para atingir esse lucro.

Falando em lucro, entender os fatores e como o retorno deve ser calculado mostra as possibilidades de lucro com qualquer imóvel. No próximo tópico vou explicar mais detalhes sobre esse cálculo.

Como calcular o ROI de um imóvel?

Para calcular o ROI é preciso fazer uma conta relativamente simples. Confira a equação abaixo:

ROI = valor de venda – valor investido no imóvel / valor investido no imóvel

Simples, não? É importante ter em mente que o valor investido no imóvel equivale ao valor de compra e outras necessidades que geraram custo, tal como reformas e outros gastos. Existem 3 possibilidades de resultados:

  1. lucro: quando o ROI é maior ou igual a 0;
  2. prejuízo: quando o ROI é menor do que 0;
  3. sem lucro ou sem prejuízo: quando o ROI é igual a 0.

Então, antes de comprar, vender, alugar ou fazer projeções de vendas é importante fazer esse cálculo para entender em qual cenário é o melhor seguir adiante.

Agora que você já sabe como calcular o retorno de investimento de um imóvel, é importante reforçar que contar com uma boa imobiliária para escolher um imóvel é um ótimo passo para ter um ROI positivo.

Gostou deste post? Então, siga o nosso perfil no Instagram, Facebook, Linkedin e YouTube para acompanhar as novidades.