Um momento muito importante no processo de compra de um imóvel é a vistoria. Essa é a hora em que o comprador se certifica de que a propriedade que ele está adquirindo se encontra em boas condições e está exatamente como descrito pelo vendedor.

Para quem não tem proximidade com o ramo imobiliário, a vistoria de imóveis até pode parecer um procedimento simples, mas saiba que ela exige alguns cuidados para evitar problemas futuros.

Confira neste post o que é preciso verificar ao analisar o imóvel e certifique que está tudo em ordem.

Objetivo da vistoria

A vistoria é o procedimento legal que dá respaldo ao comprador no que se refere às condições em que o imóvel é entregue. Ela deve ser feita durante a aquisição tanto de imóveis novos quanto de usados e tem como um dos principais objetivos averiguar se a unidade se encontra exatamente como descrito pelo vendedor.

Para quem compra, esse é o momento de conhecer cada detalhe do imóvel, perguntar sobre o seu estado, apontar inconformidades e solicitar ajustes. É importante não concluir o negócio antes de realizar todos os reparos necessários, já que o aceite por parte do comprador representa sua concordância com as condições da casa ou do apartamento.

O que avaliar no imóvel

A vistoria deve ser a mais minuciosa e detalhada possível, demorando o tempo necessário para sanar qualquer dúvida. Confira alguns itens que devem ser observados.

Instalações elétricas

O ideal é que a vistoria aconteça quando a energia já estiver instalada, permitindo o teste de todos os pontos elétricos do imóvel. Para isso, será necessário levar um equipamento como um abajur, por exemplo. Verifique também a voltagem e o estado do quadro de luz.

Powered by Rock Convert

Sistema hidráulico

Da mesma forma, todo o sistema hidráulico precisa ser verificado. Abra as torneiras e deixe a água escorrer por alguns instantes. Assim, é possível constatar eventuais vazamentos ou problemas no escoamento. As descargas devem ter vazão adequada e a caixa não pode demorar muito para se encher.

Janelas e portas

Todas as janelas e portas precisam estar devidamente alinhadas e com bom funcionamento — não deve ser necessário forçar para abri-las ou fechá-las. Também é preciso checar se as aberturas têm vedação adequada, protegendo o imóvel da água e do vento.

Tetos e paredes

Precisam estar corretamente alinhados, com pintura uniforme. A luz do abajur pode ajudar a identificar imperfeições. Se houver manchas escuras no teto ou nas paredes, preste atenção: elas podem ser indícios de vazamentos no imóvel.

Batidas leves nas cerâmicas e nos azulejos ajudam a verificar se eles estão bem assentados. Se houver um barulho oco, há risco de descolamento.

Ajuda profissional

Embora possa parecer simples fazer a vistoria no imóvel, há uma série de detalhes que podem passar despercebidos ao olhar leigo. Por isso, contar com o auxílio de um profissional experiente no mercado imobiliário é uma medida indispensável.

Essas são algumas dicas para fazer a melhor vistoria de imóveis possível e se proteger contra problemas futuros. Não deixe de contar com a consultoria de sua imobiliária nessa hora, pois a vistoria é uma das especialidades dessas empresas.

Este conteúdo foi útil para você? Gostaria de saber mais sobre o mercado imobiliário? Siga nossos perfis nas redes sociais e confira nossas novidades. Estamos nas redes Facebook, Instagram, Linkedin e Youtube.